Sinais e sintomas do câncer

sintomas do cancer

 

Os próprios pacientes são os primeiros a identificar os sinais e sintomas iniciais dos cânceres, embora os profissionais de saúde também o façam em menor grau. A maioria dos sinais e sintomas que chama a atenção é provocada por outras doenças ou por alterações funcionais, sem significado clínico mais importante.

Portanto, tanto para os profissionais de saúde como para os pacientes e os familiares, é fundamental conhecer os principais sinais e sintomas dos cânceres mais prevalentes em adultos e crianças, bem como identificar as condições em que esses sinais e sintomas devam ser mais valorizados.

Geralmente, pacientes com sinais e sintomas suspeitos são encaminhados para um especialista ou são orientados a realizar alguns exames diagnósticos antes de ser encaminhados. É preciso ter o cuidado para que o encaminhamento não seja demorado, por causa da realização de exames diagnósticos, quando houver fortes suspeitas de um câncer em um paciente com sinais e sintomas típicos.

Todo indivíduo deve reconhecer o que é habitual e normal em seu organismo e quando acontece algo diferente. Alguns sinais e sintomas são frequentes nos indivíduos adultos com câncer, mas não significam a ocorrência de câncer.

Os sinais e sintomas causados pelo câncer variam dependendo de que parte do corpo é afetada. Alguns sinais e sintomas gerais, que não são específicos para o câncer e devem ser cruzados com outros fatores de risco, e incluem:

  • Fadiga
  • Protuberância (caroço), inchaço ou área de espessamento persistente que pode ser sentida sob a pele em qualquer lugar do corpo. É importante saber há quanto tempo o caroço ou o inchaço existe e se provoca algum desconforto ou dor.
  • Mudanças de peso, incluindo a perda não intencional ou ganho em alguns meses, sem motivo aparente.
  • Alterações da pele, tais como amarelecimento, escurecimento ou vermelhidão da pele, feridas que não cicatrizam ou alterações moles
  • Mudanças nos hábitos intestinais (constipação ou diarreia) com mais de seis semanas de duração ou da bexiga.
  • Tosse ou rouquidão persistente (mais de três semanas)
  • Falta de ar persistente (mais de três semanas) acompanhada ou não de tosse com catarro sanguinolento.
  • Dificuldade em engolir
  • Indigestão persistente ou desconforto depois de comer
  • Dor muscular ou nas articulações persistente e sem causa aparente
  • Febre ou suores noturnos persistentes sem causa aparente.
  • Qualquer sangramento anormal pela boca, pela urina, pelo reto ou pela vagina.

 

Alguns sinais e sintomas são habituais nas crianças com câncer, mas também não significam a ocorrência da doença. São eles:

 

  • Palidez da pele acompanhada de cansaço.
  • Irritabilidade ou febre persistente sem motivo aparente.
  • Dor óssea persistente.
  • Aumento persistente dos gânglios linfáticos ( ínguas).
  • Manchas vermelhas ou roxas na pele sem motivo aparente.
  • Aumento do volume abdominal.
  • Dor de cabeça ou vômitos persistentes.
  • Mudança do nível de consciência ou convulsão de aparecimento recente.
  • Protuberância (caroço), inchaço ou área de espessamento persistente que pode ser sentida sob a pele em qualquer lugar do corpo. É importante saber há quanto tempo o caroço ou o inchaço existe e se provoca algum desconforto ou dor.

 

Nas crianças os cânceres mais frequentes são as leucemias, os linfomas, os tumores do Sistema Nervoso Central (SNC) e os sarcomas (ósseos ou de partes moles). Duas faixas de idade concentram grande parte dos tumores na criança e nos adolescentes, uma, entre 2-5 anos, e outra, entre 10-15 anos.

 

Outros sinais e sintomas podem ocorrer em adultos ou crianças com câncer; portanto, em caso de dúvida, não deixe de consultar seu médico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>